site

Marketing Médico: Redes Sociais

Anteriormente demos início e falamos sobre o MARKETING MÉDICO e sua importância, queremos abordar agora, o quanto as redes sociais são necessárias para isso. Porém é preciso ter cuidado, algumas regras são estipuladas e com isso, um médico não pode fazer ou postar qualquer coisa em seus meios de comunicação.

REDES SOCIAIS

O uso das redes sociais hoje em dia, é de extrema importância! PORÉM, TENHA ATENÇÃO! O Conselho Federal de Medicina, PROÍBE DEFINITIVAMENTE o uso das redes sociais para se autopromover e praticar sensacionalismo médico. Isso quer dizer:

– Criticar outros profissionais da saúde
– Publicar foto de pacientes, em exames, cirurgias e etc.
– Fotos com Jaleco em redes sociais de encontro, como, Tinder.
– Ao criar uma fanpage no Facebook, não é permitido que você inclua, telefone e endereço de sua clínica.

Ou seja, para ter um excelente reconhecimento, antes de mais nada como um profissional Ético, você deverá, tomar extremo cuidado em todos esses detalhes!

BLOG

O Blog não é um instrumento de autopromoção segundo o CFM! Você pode e deve utiliza-lo para alimentar de notícias voltadas a área, dicas de saúde conforme sua especialidade, e até deixar aberto para perguntas de pacientes e seguidores do blog.

SITE

O site pode e deve ser feito, isso gera profissionalismo e passa uma certa seriedade, não é necessário encher de informações, mas é muito importante que as pessoas reconheçam o seu trabalho e vejam o quanto você é ético referente a ele.

ENTREVISTA

Os médicos, podem sim, participar de entrevistas, é até mais relevante para seu profissionalismo. Através disso, as pessoas conheceram a sua forma de trabalhar. Mas não se esqueça!! Tome cuidado com as regras e condutas do CFM.

ANÚNCIOS

É expressamente proibido pela CFM a participação de médicos em anúncios voltados a medicina ou outros meios, como ” SEU RESULTADO GARANTIDO” ou “O MELHOR”

O RECONHECIMENTO

Não espere ser um médico famoso, mas espere ser reconhecido pelo seu profissionalismo e sua ética, isso é o mais importante! Comece desde já! Análise suas redes sociais, veja se não há nada fora das regras. Busque também alimentar seus pacientes através de conteúdos digitais. Mostre-se extremamente envolvido com a necessidade deles!

 

faca-seu-consultorio-ser-reconhecido-mkt-digital

HTML 5 e Responsivo

HTML 5 e Responsivo

Nos últimos anos vem caindo as vendas de notebooks, computadores e tablets que por um período teve uma procura maior, ultrapassando as vendas de desktop e notebooks. Agora os smartphones são os principais meios de acesso a internet.
Para se adequar à nova realidade os sites atuais deixaram de utilizar efeitos em flash e outros recursos em sua programação que prejudicava a experiência na navegação na página do site de quem acessa de um dispositivo móvel como o smartphone. Assim adotando a linguagem HTML5 que permite novas funcionalidades, otimizando o tempo de programação e tornando a página mais leve. Mas para proporcionar uma boa experiência na navegação de que acesso via dispositivos móveis, não basta o site ser interativo e desenvolvido em um formato mais e leve. Ele precisa ser responsivo.
 
O que é um site responsivo?
Site ou layout responsivo é quando o site automaticamente se encaixa no dispositivo do usuário, independente se é um PC, celular, tablet, etc. O Site responsivo muda a sua aparência e disposição com base no tamanho da tela em que o site é exibido.
 
E quando o site não é responsivo ?
Em smartphones a navegação e experiência do usuário fica difícil e limitada tendo que usar recursos de zoom in e out para ler a página na integra.
Quando o acesso é realizado através de um smartphone e o site não é responsivo gera uma dificuldade na navegação,
detalhes como botões e menus ficam desformatados, além de prejudicar a visualização de algumas informações que poderiam ser importantes. Você já teve que usar os recursos de zoom in e out para ler o conteúdo de uma página ou deslizar a para esquerda e para direita, diversas vezes para ler apenas um parágrafo?
Se sim, saiba que aquele site que você visualizou não tinha um layout responsivo.
 
Eu preciso atualizar meu site para responsivo?
Quanto antes, melhor. Não perca tempo! Se você tem um site ou pretende ter, é fundamental que ele seja responsivo para proporcionar uma experiência de navegação agradável e ficar adequado para os sites de buscas, além de aumentar a sua relevância nas pesquisas. A compatibilidade de um site com dispositivos móveis é um fator de classificação nos resultados de buscas do Google, ou seja, o principal site de pesquisa da internet utiliza seus algoritmos para ajudar os usuários a encontrar sites, priorizando os que são compatíveis com dispositivos móveis.esteja-no-topo-da-tec_site
Smartphones – Principal meio meio de acesso à internet
Em pesquisa realizada anualmente pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), ligado ao NIC.br aponta que em 2015 os smartphones ultrapassaram os computadores
como sendo o dispositivo mais utilizado para acesso à internet no Brasil.
58% da população no Brasil acessam a internet.
89% acessam a internet pelo celular.
65% acessam através de computadores “desktops”, notebook ou tablets.
Em 2014 eram 80% dos acessos em computadores e 67% pelos smartphones.
Isso mostra a relevância que os smartphones têm atualmente no cotidiano das pessoas, pois o aparelho centraliza o
uso de vários serviços ligados à tecnologia, como acesso ao e-mail, redes sociais, comunicação com amigos, colegas
e família, acesso aos sistemas de banco e tantos outros serviços disponíveis através dos dispositivos móveis.
Não abra mão de ter um site responsivo e passar uma boa experiência de navegação para os usuários de dispositivos móveis pois esse número cresce diariamente.
Está com dúvida se seu site é responsível?
Para testar algumas páginas do seu site, utilize o Teste de compatibilidade com dispositivos móveis.
https://goo.gl/5LmLE3
SEO ou Links Patrocinados

SEO ou Links Patrocinados? Qual a melhor opção?

Anteriormente falamos sobre SEO, mas muitas pessoas querem entender qual a melhor opção, já que o link patrocinado acelera o procedimento de reconhecimento na primeira página no Google.

Claro que os links patrocinados são uma forma bem mais fácil e rápida para seu site aparecer no topo da página, mas pode ser bem mais cara que uma boa estratégia de SEO, além de tudo, quando a campanha sai do ar, o seu site automaticamente some da primeira página dos buscadores, o que é válido ressaltar que independente dos links patrocinados o SEO é indispensável.

Historicamente, 90% dos investimentos em Search são direcionados para PPC e somente 10% para SEO. No entanto, em média 36% dos cliques na primeira página acontecem somente no primeiro lugar dos resultados orgânicos, enquanto os cliques nos 3 primeiros resultados de Links Patrocinados podem variar entre 3% e 20%, dependendo do segmento.

Só existe um primeiro lugar na página de resultados de cada buscador. Você pode investir muito em SEO durante semanas, às vezes meses, antes de alcançar boas posições nos rankings de busca. Enquanto isso não acontece, o Retorno do Investimento é muito baixo e exige boa argumentação. Assim como não se constrói uma marca da noite pro dia, não se conquista bons rankings de uma hora pra outra.

É certo que conduzido por bons profissionais, o investimento em SEO tem bons retornos. Mas é bom ter em mente que certos rankings não são para qualquer um. Demandam tempo, investimento, conteúdo e links.

Com links patrocinados, o número de visitas do seu site aumenta rapidamente, mas isso não ocorre com a probabilidade de conversão desse público. Isso porque em uma campanha de links patrocinados, um site que vende brinquedos pode muito bem aparecer em primeiro para a busca “diversão infantil”, se esta palavra estiver selecionada para um link patrocinado.

E se o usuário que busca não estiver com a intenção de comprar nada, apenas de conhecer algumas brincadeiras para animar uma festa de criança, ocorre o que chamamos de rejeição. O usuário entra no site e rapidamente verifica que ali não existe o que ele procura.

Já com a prática de técnicas de SEO, o site só aparecerá em primeiro para aquela palavra que ele for realmente relevante. As chances de um usuário não encontrar o que procura diminuem. Logo, aqui temos uma equação em que o número de visitas pode ser um pouco menor do que as geradas pelos links patrocinados, mas o percentual de conversões aumenta significativamente.

Portanto, o trabalho de SEO está relacionado à credibilidade e relevância de uma página ou um site, com isso sua empresa terá grande visibilidade e assim ser reconhecida.

Se o trabalho for feito com grande cuidado e além disso por uma agência competente, é possível subir sua página no ranking do Google com SEO e ainda ter uma fortalecida com os links patrocinados.

 

nao-deixe-de-ser-visto_seo

SEO - Quem não é visto não é lembrado

SEO – Quem não é visto não é lembrado

O seu site pode ser o melhor desse mundo, com um conteúdo excelente e você ter milhares de visitas acessadas a partir das redes socias ou até de outros sites. Você pode ter uma ótima página decorada e cheia de “frufru”, mas isso não vai valer absolutamente de nada se as ferramentas de busca não conseguirem rastrear e indexar o seu site. Nada disso irá importar para o Seo.

SEO significa Search Engine Optimization, ou melhor dizendo Otimização para Ferramentas de Busca. É um conjunto de técnicas cujo seu site deve conter para que ferramentas de buscas possam indexá-lo e assim posiciona-lo em uma ótima classificação no Google. Sendo assim com uma boa classificação, você poderá obter um número mais avançado de visitas para o seu site, vindas de buscas orgânicas, ou seja, não pagas. Para simplificar, as buscas orgânicas são aquelas que todos nós fazemos todos os dias em ferramentas de busca como o Google.

De fato não há só o Google, existe também o Yahoo, Bing e etc. Porém 90% das buscas feitas na internet são através do Google. Para isso é de extrema importância que você esteja sempre atento com atualizações de algoritmos de classificação.

A partir do momento que você faz a criação do seu site, o SEO não pode ser ignorado em hipótese alguma, pois quase todos os aspectos do seu site influenciam nele (SEO), alguns tendem a ter um peso maior que outro, mas independente disso todos são relevantes para uma boa classificação do seu site.

Para ter um excelente SEO, a preocupação não deve ser em só cumprir todas as técnicas para enquadrar seu site no ranking na ferramenta de busca, mas sim em fazer com que os visitantes gostem do seu site, ou seja, fiquem por muito tempo nele, visitem várias páginas ou então voltem com frequência. Isso ajudará também no ranking e quanto mais pessoas gostarem, mais o Google irá gostar!

TÉCNICAS QUE O SEO UTILIZA

  • Título da página
  • Url
  • Descrição (meta description)
  • Número de palavras chave no texto
  • Palavra chave no h1 e em um ou mais h2
  • Palavras chave relacionadas
  • Links que direcionam para o site (link building)
  • Site responsivo
  • etc…

Para entender melhor vamos simplificar:

Defina o público-alvo
Se o seu negócio é vender b onecas usadas, as palavras-chave usadas na otimização não podem ser, Barbies ou baby alive, até porque dessa forma atingiria todo o público em geral, pais, mães, avós, crianças e etc. No caso seria preciso que você trabalhasse com as palavras “bonecas usadas” ou então “bonecas antigas”, entre outras que se qualificam ainda melhor com seu produto e seu público. Sendo dessa forma, o número de acesso seria mais qualificado a determinadas pessoas que realmente estão interessadas no seu produto ou serviço.

Ou seja, que vai definir se sua página estará nos primeiros resultados ou não de uma busca, será a relevância da palavra-chave buscada. Sendo assim, o SEO trabalha antes de tudo com a relevância de seu site, seja para o usuário que visita (otimização interna), ou para a comunidade digital que está em volta dele (otimização externa).

Vale lembra que, se você não tiver uma boa otimização seu site dificilmente estará no topo e dificilmente você será lembrado, seu negócio não será lembrado e provavelmente estará longe do Sucesso.

O que é o Algoritmo do Google?

Você deve estar se perguntando como o Google consegue entender qual é o melhor site. Bom, o trabalho é realizado através de um cálculo do algoritmo que considera uma infinidade de fatores, o que mudou com o tempo foi a relevância desses fatores.

O mercado digital teve um um imenso crescimento, e com o Google não foi nada diferente, por conta disso, hoje o buscador tem como foco a experiência do usuário.

Em 2015 foi um ano de muitas mudanças para as empresas, um exemplo disso é que em abril o buscador lançou uma atualização cujo permite uma melhora nas buscas feitas pelos smartphones, onde dão preferência a sites que se adaptam aos dispositivos, ou seja, bem conhecidos como sites responsivos.

Sendo assim as estratégias para o SEO devem ser ainda mais utilizadas, pois os acessos vem a partir de computadores e uma porcentagem ainda maior de smartphones.

Não deixe que sua empresa perca credibilidade e visibilidade do seu público, invista em SEO e tenha certeza que o seu reconhecimento estará próximo.

 

nao-deixe-de-ser-visto_seo