marca

A Dona do Natal – A empreendedora que vive para decorações Natalinas

Qem passa por uma das 16 lojas Cecilia Dale espalhadas pelo Brasil mal imagina que o maior desafio da empresa está numa área bem diferente do segmento de enfeites de Natal. São os planejamentos de logística que fazem a fundadora do negócio, Cecilia Dale, ficar acordada à noite.

De Norte a Sul do país, companhias, shoppings centers e diversos estabelecimentos contratam a empreendedora para cuidar de seus ornamentos e árvores de Natal. Para isso, são necessárias centenas de caminhões rodando pelas estradas carregando as peças escolhidas a dedo pela empreendedora em feiras internacionais até seus destinos.

Cecilia abriu sua primeira loja de decorações natalinas em 1980, três anos depois de se mudar para São Paulo, acompanhando o marido que havia sido promovido no emprego. Na época, ela era professora de inglês, mas andava desanimada com a carreira. “Eu sempre gostei de trabalhos manuais e comecei a fazer jogos americanos, toalhas e outras peças de artesanato para vender”, diz a empreendedora.

Os primeiros produtos criados por ela foram dados a amigos. Os seguintes foram oferecidos a lojas de São Paulo. “Quando vi, estava vendendo para 180 lojas. Tinha clientes até em Salvador!” Em pouco tempo, o nome Cecilia Dale ganhou status de grife de decoração e a fundadora passou a viajar para feiras ao redor do mundo para encontrar novos ornamentos e tendências. Então, decidiu abrir um estabelecimento próprio para comercializar suas descobertas.

O primeiro convite para fazer uma decoração natalina completa foi feito pelo Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo, em 1999. Foi quando Cecilia percebeu que, paratrabalhar com proporções tão grandes como as de um shopping, seria preciso desenvolver um tema a ser seguido. “Faço as decorações como se estivesse contando uma história. Cada uma tem um tema, um conto que está sendo transmitido”, afirma. O shopping no coração da capital paulista é cliente da Cecilia Dale até hoje. Além dele, outros 26 estabelecimentos contam com a empreendedora para criar o clima de Natal.

Após a primeira experiência bem-sucedida, vendo um nicho de mercado que não era bem atendido, a empreendedora decidiu focar em decorações natalinas. As lojas da rede adotaram a temática e Cecilia passou a oferecer sua expertise no tema a estabelecimentos.

O fato de a empresa ser focada em uma época do ano não diminiu a carga de trabalho, garante a empreendedora. Durante o primeiro semestre, Cecilia costuma viajar para a China e outros países para participar de feiras e escolher o que trará para o Brasil. “É um trabalho pesado porque eu vejo muitas coisas e tenho de ter claro na minha cabeça aquilo que vou querer”, diz.

É por volta de outubro que a equipe da empresa quase dobra de tamanho: vai de 200 para 400 funcionários. Boa parte deles vai trabalhar na montagem das gigantescas árvores, trilhos de trem e casas do Papai Noel que quase sempre figuram nas decorações natalinas dos shoppings centers que Cecília atende. Tudo tem de estar pronto para a chegada do “bom velhinho” que irá receber as crianças e seus pedidos de presentes e movimentar a clientela dos estabelecimentos.

“Eu tenho de ter um cronograma muito pontual para conseguir terminar todas as obras a tempo”, diz. “Mas não é só por conta dos prazos dos clientes”. Em sua época favorita do ano, às vésperas do 25 de dezembro, Cecilia não quer ter de se preocupar com negócios. “Eu quero estar com meus netos e minha família. Faço tudo para ter tempo exclusivamente para eles.”

 

ceciliadale

A importância da Marca

A importância da Marca

A marca é o DNA de uma empresa e é o que conecta o cliente ao produto. Por isso, ela precisa demonstrar a capacidade do negócio para atender às necessidades do consumidor, garantindo satisfação e melhor experiência de quem escolhe  o seu empreendimento. Ela deve representar o conjunto de valores pensados pelo empresário para dar identidade ao negócio.

Como construir

Realizar pesquisa com clientes e potenciais clientes, parceiros e funcionários ajuda o empresário a reconhecer qual a imagem que o seu negócio transmite e verificar se condiz com o que se espera.É importante que a estratégia e o posicionamento da empresa estejam bem definidos. O empreendedor deve ter o entendimento claro do que o negócio é hoje e como pretende ser amanhã, considerando as atividades e o público do empreendimento, sem esquecer aspectos como ética, confiabilidade e os pontos que destacam a empresa na concorrência.O desenho da marca tem que comunicar. A construção envolve pesquisa e reconhecimento. Além disso, precisa ser original e atraente, informando com objetividade os pontos fortes do negócio.Toda marca precisa de identidade verbal e visual. É assim que ela ganha legitimidade no discurso escrito, falado ou em imagem para ser aplicada nos materiais da empresa.É preciso planejamento para ativar a marca. O empreendedor deve estudar onde e como vai começar a divulgar a marca, o público e o alcance, e qual a relação custo e benefício nesse processo.A gestão da marca deve alinhar todo o universo da empresa, desde o produto até o ambiente. Materiais impressos e digitais, arquitetura e decoração precisam comunicar-se uns com os outros, de forma a valorizar a imagem do negócio e garantir consistência e continuidade no uso da marca.

Crie laços duradouros com seus clientes, que transcendam produtos e serviços. Demonstre aos seus clientes que seu produto ou serviço pode atender suas necessidades físicas e emocionais. A melhor forma de fazer isso é atender ou exceder continuamente as expectativas do consumidor com relação à marca. Lembra-se da campanha ‘Just do it’ da Nike? Eles criaram laços emocionais com uma parcela sempre crescente de consumidores ao atender uma necessidade de se tomar uma atitude, qualquer que seja ela. Não importam as consequências, apenas faça o que tem que ser feito, ‘Just do it’!

A imagem que os consumidores têm da sua empresa é constituída de coisas aparentemente simples, mas difíceis de conseguir. Um sorriso, um detalhe, uma decoração planejada, a localização, os serviços agregados, uma embalagem, um gesto, uma atitude, qualquer coisa pode influenciar positiva ou negativamente o impacto da imagem formada na cabeça do cliente.seja-o-diferencial_criacoes-1

Outro fator importante na construção de uma marca forte são as sensações propiciadas pelo seu serviço ou produto quando o cliente vivencia uma experiência com ele. Se você vai a uma loja da Starbucks, por exemplo, você não vai apenas tomar um café. Você vivencia a experiência de aproveitar um momento só seu, com tranquilidade para ler um jornal ou cultivar relações sociais. Lá você sai por alguns momentos do stress do dia-a-dia do trabalho e aproveita para ficar a sós com seus pensamentos.

Mais do que um cartão de visitas, a marca é um elemento atemporal que remete com mesmo poder ao passado, presente e futuro da empresa. Porém, por mais contraditório que isso possa ser, uma marca também envelhece. E aqui, não se fala simplesmente de desaparecimento gradativo, mas em envelhecimento como sinônimo de desgaste.

 

O segredo para sua marca

O segredo para sua marca

As vantagens de se ter uma marca firme e bem consolidada podem ser gigantescas. Mas a grande dúvida dos empreendedores é: como criar marca para empresa? Pensando nesse desafio, criamos esse pequeno guia para sua marca, um segredo, cujo, será extremamente útil para seu negócio.

Psicologia das Cores 

A psicologia das cores é muito importante no Marketing e no dia-a-dia por ser fundamental para entendermos o significado das cores e como podemos usar uma determinada cor para nosso benefício, seja ele em nossos produtos ou em nossa marca, é através da cor, que ocorrerá a influência e a atenção do seu público.

Cores são poderosas e influenciam diretamente produtores e consumidores. Estudos apontam que:

  • 84,7% dos consumidores acreditam que as cores de um produto são muito mais importantes do que outros fatores;
  • 93% das pessoas avaliam as cores de um produto na hora de comprar;
  • Mais da metade dos consumidores desistem de comprar um produto porque ele não tem sua cor favorita.

Por isso aqui você encontrará um resumo sobre o que cada cor representa e com isso, você encontrará um rumo para sua marca.

Branco – purificador, perfeição, pureza, neutralidade, humildade, limpeza, claridade, frieza e esterilidade, pureza, inocência, reverência, paz, simplicidade, esterilidade, rendição, união;

Preto – luto, elegância, solidez, poder, modernidade, sofisticação, formalidade, morte, medo, anonimato, raiva, mistério, azar;

Cinza – elegância, humildade, respeito, reverência, sutileza;

Amarelo – concentração, disciplina, comunicação, ativa o intelecto, positividade, boa sorte;

Vermelho – paixão, entusiasmo, impacto, agressividade, força, energia, amor, liderança, masculinidade, perigo, fogo, raiva, revolução, “pare”;

Rosa – Amor, carinho, suavidade, acolhimento, romantismo;

Azul – harmonia, confidência, conservadorismo, austeridade, monotonia, dependência, tecnologia, liberdade, saúde, purificação, amabilidade, paciência, serenidade;

Ciano – tranquilidade, paz, sossego, limpeza, frescor;

Verde – esperança, cura, natureza, paz, natureza, primavera, fertilidade, juventude, desenvolvimento, riqueza, dinheiro, boa sorte, ciúmes, ganância, esperança;

Lilás – influencia emoções e humores, intuição e espiritualidade;

Roxo – velocidade, concentração, otimismo, alegria, felicidade, idealismo, riqueza (ouro), fraqueza, dinheiro;

Magenta – luxúria, sofisticação, sensualidade, feminilidade, desejo; Violeta – espiritualidade, criatividade, realeza, sabedoria, resplandecência, dor;

Laranja – equilíbrio, generosidade, entusiasmo, alegria, aconchegante, energia, criatividade, equilíbrio, entusiasmo, ludismo;

Castanho – sólido, seguro, calmo, natureza, rústico, estabilidade, estagnação, peso, aspereza.

Significado dos objetos
Outra forma também de criar sua marca dentro de parâmetros correto é através de formas e objetos.

Triângulos- Tensão, estabilidade (com um dos lados na base), a instabilidade com um dos ângulos na base), energético, a força, a revelação, a masculinidade, a finalidade, a progressão. Se o triângulo for representado de lado, tende a representar direção (como uma flecha), o movimento, a velocidade.

Linhas verticais- Coragem, dominação, agressão, poder, força, masculinidade, ousadia.

Linhas horizontais- Feminilidade, paz, calma, fluxo, tranquilidade, silêncio, descanso, calma.

Curvas- Movimento, a feminilidade, a felicidade, o ritmo, o prazer, a generosidade.

Ângulos- Violência, dinâmica, jovem, ação, animada, explosivo, raiva, energético, velocidade, masculinidade.

Círculos- Logomarcas em forma de círculo remetem ao Infinito, proteção, segurança, apoio, amizade, amor, cuidado, movimento feminino, comunidade, perfeição, atenção.

Retângulos e quadrados- Estabilidade, a familiaridade, a confiança, a ordem, a paz, a solidez, a igualdade, uniformidade, resistência, equilíbrio, confiabilidade, potência, eficiência, profissionalismo.

Com isso, é possível criar uma marca com grande credibilidade e que de certo modo encante seu cliente.

 

ilustracoes2