consumidor

Alto índice de reclamações em compra de Produto atinge o brasileiro

Quando somos consumidores, estamos na posição de estar satisfeito com o produto e serviço que compramos. E isso tem causado um grande impacto digital, tanto em compras de lojas físicas e também online. Temos certeza, que pelo menos uma vez na sua vida, você precisou abriu uma reclamação de um produto, seja pela internet ou pelo SAC da loja. Em média, 71% dos brasileiros, já reclamaram de algum produto via online.

Por pagarmos por aquilo, insistimos em que aquele produto venha em perfeitas condições. Então é importante lembrarmos alguns aspectos cujo você precisa estar observando na hora de efetuar sua compra, principalmente se for online.

PARA OS CONSUMIDORES:

  • Analise se a empresa tem dados de confiança;
  • Formas de entrega;
  • Formas de pagamento;
  • Qualidade do produto;
  • Comentários de outros consumidores;

PARA OS EMPREENDEDORES:

Se você é empreendedor, é importante estar atento à todos itens de seu produto, para que não haja reclamações, muito menos clientes insatisfeitos. Caso você tenha um e-commerce, preste ainda mais atenção para não perder a credibilidade da sua loja em redes sociais

  • Responda seus clientes com frequência;
  • Seja sincero com a qualidade do seus serviços;
  • Autenticidade na forma de pagamento

Caso, haja dificuldades para gerenciar sua loja, e seu produto, contrate uma Consultoria em E-commerce. Assim o seu serviço e produto estará mais completo e o risco de reclamações será menor.

DICA DCSBRASIL: PROCURE PROFISSIONAIS COM EXPERIÊNCIA E QUE TENHAM QUALIDADE DE TRABALHO! Isso serve para consumidores, que buscam empresas para adquirir um determinado produto ou serviço e também para empreendedores, que querem ter um atendimento de qualidade, onde precisaria contratar agências de marketing, ou empresas de gestão de negócios. Qualidade e credibilidade, é o que muda o rumo do negócio, e mais que isso, é o que fideliza o cliente a estar presente em todas as compras e contratações.

Neuromarketing

De fato, sabemos exatamente o poder do marketing e suas imensas estratégias, cada qual tem seu poder, já falamos aqui em nosso blog as diferenças de cada uma e onde elas iram atingir.

Mas você já ouviu falar sobre Neuromarketing? é umas das estratégias mais bem elaboradas para atingir o consumidor. Esse é o segredo entrar definitivamente na mente do mesmo. A ciência tem como um dos seus objetivos descobrir as reações que acontecem no cérebro da pessoa quando ela é exposta a produtos, anúncios e marcas.

Entrar na mente do consumidor. Essa é a proposta do neuromarketing, uma ciência que tem por objetivo descobrir as reações que acontecem no cérebro quando uma pessoa é exposta a produtos, marcas e anúncios. O ideal do NEUROMARKETING é ir além das tradicionais e comuns pesquisas de mercado, nas quais, consumidores respondem apenas a questionários.Todo esse processo acontece por meios de equipamentos que medem os batimentos cardíacos e que captam os arrepios de pele e que acompanham o movimentos dos olhos.

Com isso é possível perceber reações que, na maioria das vezes ficam escondidas sob as palavras. Profissionais de todo o mundo tem mostrado técnicas que descobriram como o consumidor toma decisões.

O tema tem sido estudado fortemente para que empresas de todos os ramos possam atingir o maior número de clientes. O espanhol Antonio Mimbrero, sócio da Salesbrand, uma das primeiras agências de neuromarketing do mundo, prega o seguinte Temos o cérebro racional, que pensa, o médio, que sente, e o primitivo e instintivo, que toma a maioria das decisões. O que tentamos descobrir é como nos comunicar com essa parte primitiva do cérebro.” Segundo ele, a parte do cérebro responsável pela maioria das decisões tem algumas características que precisam ser levadas em conta por quem quer compreendê-la. É, portanto, o foco principal de agências como a dele, que prestam serviço a empresas de vários setores.

Então vamos ao seguinte fato, uma das maiores características do cérebro primitivo é que ele é totalmente AUTOCENTRADO e EGOÍSTA. Ou seja, uma empresa que ao se comunicar com o consumidor, fala apenas das questões de mercado (isso quer dizer, sobre ela mesma), contato que ela não consegue atingir essa parte do cérebro.
O segredo do Neuromarketing entra aí, se essa empresa mostrar ao seu consumidor que seu produto ou serviço pode deixa-lo melhor ou mais forte, isso irá interessa-lo.

Cada comércio tem seu método exato para atrair o consumidor, agora você já imaginou incluir em seu projeto de trabalho, o Neuromarketing, juntamente com Marketing Digital e até mesmo uma forma de Startup?nao-deixe-que-seus-clientes-esquecam-de-voce_logos

O sucesso seria exatamente grande e no qual você incluiria lucros e mais lucros, clientes e mais clientes, com gastos mínimos!