Growth Hacking

Vendas online crescem, mas sobrecarga deve atrasar entregas

A corrida de consumidores às lojas físicas de supermercados que houve na semana passada, movimento comparável aos dias que antecedem o Natal, também ocorreu no mundo virtual.

As duas maiores redes de supermercados do País, o Carrefour e o Grupo Pão de Açúcar (GPA), não dão detalhes de quanto cresceram as vendas online nesse período por causa da epidemia do novo coronavírus, muito menos do prazo maior para entregar os pedidos virtuais. Mas admitem que houve sobrecarga no sistema.

O Carrefour informa, por meio de nota, que notou “aumento significativo de pedidos via e-commerce”. De acordo com a empresa, por causa desse “cenário de exceção é natural que o tempo de entrega acabe se estendendo um pouco”.

Questionado sobre os prazos mais longos de entrega, o GPA informa, por meio de nota, que “as entregas estão sendo realizadas de acordo com a disponibilidade de datas informadas no momento da compra”.

O COVID-19 no Brasil

Segundo afirmação de Luiz Henrique Mandetta, ministro da saúde, o coronavírus está chegando ao estágio de transmissão comunitária no Brasil. Desta forma é impossível identificar quem transmitiu o vírus pra quem. Vêm sido apresentado um quadro em que o número de infectados poderá ter um aumento em evolução geométrica, relacionado a outros países.   No estado de São Paulo, as autoridades da saúde preveem que em média, 45 mil pessoas serão infectadas pelo vírus na Grande São Paulo, nos próximos quatro meses. Expectativa essa confirmada pelo coordenador do Centro de Contingência para o Coronavírus no Estado de São Paulo, David Uip.   Esses dados levantam questões sobre a capacidade do sistema brasileiro de saúde, privado e público, sobre a capacidade de atendimento a tantos infectados. Afinal, o país conta com apenas 28 mil leitos de UTI habilitados para o SUS (Sistema Único de Saúde), onde concentram em uma parcela minoritária dos municípios do país.    Com base nos dados fornecidos pelo Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde, foi apontado que o SUS perdeu leitos de todos os tipos de 2007 até o final de 2019. Em média, uma queda de 14,3%, o que equivale a 49 mil unidades a menos. No entretanto, houve um aumento de 18,2% na rede privada. Contando os dois sistemas, houve uma redução de 28.300 unidades, diminuindo 6,2% no geral.   Isso afetará ainda mais o ramo da saúde nesta pandemia de coronavírus que o Brasil vêm enfrentando e que, de acordo com Madetta, nas próximas 20 semanas, haverá o período de transmissão comunitária.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA SE TORNAR UM GROWTH HACKER?

A busca de empresas por profissionais de Growth Hacker cresce cada vez mais. Você tem interesse nessa carreira ou busca por esse profissional? Entenda qual é o papel de um Growth Hacker, suas principais atividades e quais são as características fundamentais para que esse profissional precisa ter!

PARAR DE APRENDER NÃO É UMA OPÇÃO.

Tá, mas o que é Growth Hacking?

Carinhosamente chamado de growth é uma área relativamente nova, o Growth Hacking combina marketing, análise de dados e tecnologia.

Para colocar de forma simples, o Growth Hacker coloca em prática experimentos tendo como foco principal o crescimento sustentável e escalável.

A prática do Growth Hacking teve início nas startups do Vale do Silício e se tornou popular principalmente entre as startups, uma vez que permitia que encontrassem meios de atingir crescimentos capazes de competir com grandes empresas.

Hoje as empresas veem o growth como a estratégia ideal, que se encaixa com a necessidade de ser flexível, ágil e guiado por dados.

E quais as características fundamentais do Growth Hacker?

Geralmente o profissional que trabalha com Growth Hacking tem um perfil mais generalista, ou seja: tem conhecimentos em várias áreas e se especializa em um ou dois pontos diferentes.

De modo geral, algumas competências são essenciais para trabalhar como Growth Hacker:

1.Curiosidade

Uma das principais características é a curiosidade: muitas vezes é ela que vai fazer com que o profissional mergulhe em análises para entender o que está acontecendo, como as estratégias estão performando e pesquisar novas estratégias para entregar bons resultados.

2. Perfil analítico

Outro termo que “entrou na moda” no mundo do marketing durante os últimos anos é o data drive. O profissional data driven é o profissional guiado por dados.

É fundamental que o Growth Hacker entenda como fazer uma análise, como interpretar os dados e como se orientar por eles. Afinal, ninguém quer apostar milhares de reais em uma decisão tomada meramente por achismos.

3. Focado em crescimento

O principal objetivo de um Growth Hacker, como o próprio nome já diz (Growth significa crescimento em inglês), é o crescimento.

Ou melhor, o crescimento contínuo com o menor investimento possível. Assim, todas as ações desse profissional são voltadas para essa finalidade.

4. Criatividade

Ter capacidade de pensar fora da caixa e trilhar caminhos que fogem do óbvio é fundamental quando falamos de buscar grandes resultados utilizando o mínimo de recursos possível.

5. Rapidez

Experimentos frequentemente são projetos de médio ou longo prazo, então precisam ser colocados em prática e analisados rapidamente, de modo que novos testes e novas análises possam ser realizadas.

Quanto mais rápido aparecer o resultado de um experimento, mais rápido será aplicado um novo teste, caso necessário.

6. Paciência

Apesar da rapidez, é preciso entender que tudo leva tempo. É preciso ter paciência para compreender as limitações dos projetos e saber esperar a hora certa de colher os resultados.

Ninguém quer colocar um teste em prática e abortá-lo antes do prazo, colocando tudo a perder, não é mesmo?

Respeitar o tempo estabelecido para o teste é essencial para o sucesso dos resultados.

7. Resiliência

E, por último, é de extrema importância ser um profissional resiliente. Entender que nem todo experimento vai ser um sucesso e que ao final de cada experimento existe um novo teste para ser feito.

Afinal Growth Hacking é isso: testar, testar e testar. Com certeza algumas tentativas não vão dar certo.

Alguns profissionais apontam que 80% dos testes costumam falhar, então não se preocupe.

Conclusão

Entendeu porque o Growth Hacker se tornou tão popular ao longo dos últimos anos?

É importante ressaltar muitas empresas, apesar de não contarem com uma pessoa com o “título” de Growth Hacker, possuem uma cultura muito voltada às características associadas ao profissional.

Ou seja: uma vez que a mentalidade do Growth Hacking é compreendida, é possível aplicá-la em qualquer empresa.

o-que-e-ecommerce

Você sabe o que é E-commerce?

E-commerce é a abreviação em inglês de eletronic commerce, que significa “comércio eletrônico” em português.

Basicamente, trata-se de todo tipo de comercialização de bens comerciais através de dispositivos eletrônicos. O e-commerce é um modelo de comércio que utiliza como base plataformas eletrônicas, como computadores, smartphones, tablets e etc.

O e-commerce nasceu com o surgimento da internet, facilitando todo o processo de compra e venda. No início, apenas pequenos produtos e valores eram vendidos via e-commerce (livros, cds, dvds e etc), mas hoje em dia até mesmo os produtos mais caros do mundo são negociados através do comércio eletrônico, como mansões, aviões, obras de arte, entre outros produtos de luxo.

Uma agência de publicidade pode ajudar você a ter um excelente desempenho de vendas no e-commerce. Ela vai especificamente definir uma estratégia comercial, oferecer o portfólio dos seus produtos, fazer a promoção de boas ofertas para atrair os clientes, fazer aquele anúncio caprichado, trabalhar seriamente na divulgação para que você tenha uma ótima performance operacional e diversificar seus canais de venda.

Ficou interessado? A DCS Brasil, terá o maior prazer em auxiliá-lo!

Entenda o efeito viral nas redes sociais

O efeito viral na web

Chegou a hora de entendermos o famoso: “Efeito Viral”!

O que ele é?

Como se forma?

E como alcança-lo?

Antes de qualquer coisa, entenda que o Efeito Viral, não está associado a um vírus de computador, ele é um procedimento de propagação espontâneo de mensagens pela Internet, que leva a exposição de uma marca.

Você quer tornar sua campanha viral?

 

O importante é fazer as seguintes perguntas antecipadamente:

  • Qual o nicho certo para inserir minha marca?
  • Quem são os influenciadores desse mercado, sendo que estes irão testar a marca e compartilhar a mensagem para outras pessoas?
  • Como mostrar minha marca as pessoas, de uma maneira memorável?

 

SEU PUBLICO NAS REDES SOCIAIS
SEU PUBLICO NAS REDES SOCIAIS

 

Vamos lembrar de uma mensagem viral ?

A Campanha Automobilística os pôneis malditos versão para internet, o comercial traz a “Maldição do Pônei”, exigindo que você o encaminhe para até 10 pessoas caso não o fizesse ficaria com esta música na sua cabeça para o resto da vida.

Conteúdo é tudo:

Escolher um bom conteúdo e uma linguagem correta com o seu público é fundamental para se atingir o efeito viral. Isso porque o efeito viral não está ligado a impulso financeiro, mas sim a quantidade de vezes que essa mensagem e compartilhada pela redes sociais.

Você pode aprender como fazer o efeito viral no Instagram  é uma rede que cresceu muito pela sua publicidade voltada aos micro vídeos e filtros animados para fotos!

 

 

 

 

O que é SaaS – Software as a Service

Para muitas pessoas que estão envolvidas com o mundo digital, ou até empreendedores que buscam engajar seu negócio, provavelmente já deve ter ouvido falar da Sigla Saas, onde significa Software as a Service (software como serviço).

Saas é uma nova tendência para o mundo empresarial, onde são aplicações onlines onde não são necessárias estarem instaladas no computador.

Hoje em dia, comprar e instalar programas em um único computador se tornou algo meramente do passado. Isso quer dizer que a nova tendência veio para ficar, seja ao enviar um e-mail, faturar e até mesmo curtir um som.

SaaS

 O QUE É O Software as a Service?

Para melhor simplificar, é um programa que não precisa ser instalado em um computador, e é usado como um serviço, seja ele pagou, ou mesmo gratuito, tudo isso via online.

Vantagens dos Saas 

As vantagens são claras e óbvias, e depois disso, dificilmente você não vai se render à essa nova tendência.

  • Facilidade;
  • Rapidez;
  • Dados armazenados via nuvem, probabilidade de 0% em perde-los;
  • Investimento baixo;
  • Suporte técnico digital;

Essas são apenas algumas, das diversas vantagens que o Saas pode trazer ao público e também ao empresário.

EXEMPLOS DE Software as a Service

Ainda não entendeu como o SaaS funciona, vamos te dar exemplos rápidos:

  • Spotify
  • Gmail
  • Microsoft Office 365Estamos bastante acostumados a ver essas três aplicações, e podemos usa-las como ótimos exemplos. Conseguimos acessar de uma maneira fácil, e além disso, muitas vezes nem gastamos dinheiro para utiliza-la.

PARA OS USUÁRIOS 

Uma dica especial que damos aos usuários, é utilizar aplicações dessa maneira, a segurança digital é muito maior e também a facilidade, principalmente para pessoas que não tem muito tempo de ficar salvando todos os documentos em pendrive, ou cds.

PARA EMPREENDEDORES

Aos empreendedores, saibam que essa tem sido a grande tendência para o mundo dos negócios, por isso seja criativo, lembre-se que facilidade atrai o consumidor, e além disso o custo de negócio será muito menor.

Nós da Dcsbrasil, somos especializados em Saas, por que então não aprender ainda mais conosco???

ESSA MATÉRIA É EXCLUSIVA DE NOSSO SITE http://dcsconsultoriaecommerce.com.br/
Acesse e confira: http://dcsconsultoriaecommerce.com.br/o-que-e-saas-software-as-a-service/

Apple compra Startup Brasileira

Duzentos Milhões, foi esse o valor vendido para a Apple. A startup Turi foi criada pelo brasileiro Carlos Guestrin, é uma empresa especializada em sistemas de inteligência artificial.

A empresa nasceu de um projeto acadêmico na universidade Carnegie Mellon, em 2009. Guestrin é formado pela USP, e atualmente, leciona na Universidade de Washington, além de empreender.

Com a tecnologia de “machine learning” da Turi, desenvolvedores criam aplicativos que aprendem com os usuários. Ela pode ser usada para recomendação de produtos, detecção de fraude, análise de sentimento e segmentação de clientes.

A Apple deverá usar a tecnologia do brasileiro em novas versões de seus produtos – que devem incluir recursos que aprendem com os gostos de seus donos.

seja-revolucionario-na-internet_hospedagem-e-site-1

Aumente o número dos seus clientes sem aumentar seu custo

Aumente o número dos seus clientes sem aumentar seu custo

Lembra que anteriormente falamos sobre o sucesso do Growth Hacking? Pois é! Como disse, ele veio para expandir, e mudar a forma de pensar, o segredo dele necessariamente está na internet!
Você já imaginou aumentar o número dos seus clientes sem aumentar os custos?
Bom, pense numa empresa tradicional, que não utiliza a internet, elas certamente produz um produto ou serviço, sendo assim, essa solução que ela entrega para seu cliente tem um custo, que reduz ainda mais sua receita.
Por exemplo, uma empresa de roupas, cada camisa que ela produz tem um valor X. Se ela vender 10x mais do que ela vende, seu custo de produção será 10x maior, não é mesmo? Além dos gastos com a produção de roupas, existem os gastos com lojas físicas, funcionários, aluguel, água, luz, etc, etc, etc.
Agora pense numa empresa que também vende roupas, mas somente pela internet. Ela terá gastos com o desenvolvimento do e-commerce, marketing digital, etc. Mas gastos muito menores do que uma loja física.
Se pegar o mesmo investimento necessário para uma abrir uma loja física e aplicá-lo na internet, esse orçamento bem trabalhado pode trazer resultados incríveis para a empresa. Até mais que uma loja física traria.
Agora, imagine o Uber, uma gigante Startup americana que já vale R$ 50 Bilhões, mais até que a Petrobrás e a Vale. O Uber não produz carros e muito menos motoristas contratados. É apenas uma plataforma que conecta o cliente ao fornecedor e serviço.
Há uma lista de empresas que trabalham dessa maneira:
  • Amazon
  • AirBNB
  • Spotify
  • Birchbox
Outras empresas gigantes, como o Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e outras redes sociais também só são possíveis por causa da internet.
Onde encontro Growth Hackers no Brasil?
Existem vários grupos e empresas especializadas em Growth Hacking. Agências de Inbound Marketing mesmo são as principais que utilizam esse método para assim entregar melhores resultados para seus clientes. Ou então empresas como a  Supersonic que são especializadas em otimização de resultados.
O Growth Hacking só é possível quando entendesse muito sobre o negócio, mais ainda sobre o mercado e mais ainda sobre os clientes. Além disso, a palavra chave para o Growth Hacker é testes. Realizar testes e mais testes, analisando os resultados e buscando pela melhor oportunidade para alavancar os resultados.
faca-isso-de-uma-forma-simples
O futuro dos negócios na internet
O Growth Hacking é uma tendência forte que está vindo para o mercado brasileiro e que pode sim nos dar pistas e até mesmo um novo rumo para o futuro das empresas que são extremamente baseadas na internet. Hoje em dia, nas empresas há um tipo que desenvolve o produto e outro time que venda o produto. No Growth Hacking é de extrema importância que, aqueles que vendem  produto precisam saber exatamente os mínimos detalhes dele, para assim encontrar diversas oportunidades de crescimento.
Agora, para aqueles que desenvolveram o produto precisam pensar cada vez mais na experiência do usuário e a usabilidade do produto. Mas, os papéis se misturam, os designers devem pensar no crescimento da empresa, pois nem sempre a beleza sozinha consegue novos clientes.O time de suporte deve pensar como Growth Hackers, pois clientes insatisfeitos atrapalham o crescimento da empresa. E essa mistura é imprescindível, pois o crescimento é o combustível para qualquer empresa.
Futuro do Growth Hacking
Hoje, Growth Hacking é uma estratégia adotada quase exclusivamente por startups. Mas em breve, muitos começaram a usar essa estratégia também para outros tipos de empresa. As statups precisam buscar novas alternativas como o Growth Hacking para crescer rápido. Pois se com falta de alguns recursos já é um sucesso, imagine como funcionaria com muitos?
Já parou pra imaginar como seu negócio poderia ser alavancado através do  Growth Hacking?
O sucesso do Growth Hacking

O sucesso do Growth Hacking

Temos buscado cada vez mais o sucesso e ainda mais que isso desejamos encontrar a estratégia perfeita.
Por acaso você já ouviu falar em Growth Hacking? Mesmo que o nome pareça extremamente estranho, é uma técnica extremamente simples e não é nada de outro mundo não!
O que é Growth Hacking
 
Diversos e diversos conceitos foram divulgados, mas isso acabou ocasionando uma certa confusão entre as pessoas, então para simplificar, vamos lá:
 
GROWTH = CRESCIMENTO
HACKING = ATALHO
Sendo assim, fica mais fácil de entender: ATALHO DE CRESCIMENTO!
Por que crescimento?
Você tem um leque de “crescimento” e digamos que, a sua escolha, ou seja:
– Crescimento de visitas
– Crescimento da sua lista de leads
– Crescimento de oportunidade de vendas
– E O CRESCIMENTO DO QUE VOCÊ QUISER!
O criador desse termo foi Sean Ellis que deu início em 2010. Ele foi o Head de Marketing do LogMeIn, um dos softwares de acesso remoto mais conhecido do mundo e o primeiro profissional de Marketing da história do Dropbox. Sean Elli trouxe a nós essa experiência e a nova tendência de um sucesso.
Então, digamos que o profissional de  Growth Hacker é aquela pessoa especifica que foca o crescimento e todas as decisões que um  Growth Hacker toma são com base em dados de crescimento. Através desse método é possível ir além do comum, ou seja, qualquer estratégia, tática, iniciativa diferenciada em busca desse único objetivo (CRESCIMENTO)
Growth Hacking é melhor do que o Marketing?
O Growth Hacker não é melhor do que o Marketing em momento nenhum, ele pode ser usado como uma estratégia auxiliar ao Marketing Tradicional para assim proporcionar um crescimento acelerado. Não é um substituto,  a diferença é justamente o foco obsessivo em crescimento.
Tanto é que, embora muitas empresas tenham criado o cargo de growth hacker ou estruturado alguns times de growth hacking, geralmente é dentro da área de marketing mesmo, ou seja é uma forma de pensar a mais dentro de cargos ou posições formais. Acredita-se e deve-se também estar bem claro que qualquer profissional pode e deve adotar essa forma de pensar para assim obter resutados ainda melhores.
VALE LEMBRAR QUE O Growth Hacking NÃO É ANTIÉTICA, NEM MUITO MENOS MÁGICA
 
O Profissional de  Growth Hacking será aquele que encontrará brechas e caminhos alternativos para alcançar o cliente e para assim engajar a empresa,o sucesso não acontece do dia para a noite como muitos acreditam, mas ele vem de forma crescente a partir desse novo método.
A internet redefine os produtos
 
Para ser mais claro, você já notou em quantos produtos você compra ou assina que não são físicos?
Por exemplo, Netflix, Spotify, Dropbox, Cursos Online, entre outros. A internet tem o imenso poder de transformar produtos e serviços físicos em virtuais.
Um produto, como por exemplo, o facebook, permite que você divulgue o seu produto ou sua empresa dentro dele mesmo, para assim atingir um público ainda maior. Outros produtos como o Dropbox, que permite que você tenha armazenamento grátis se convidar seus amigos.
Growth Hackers entendem o potencial que os novos tipos de produtos possuem de se espalharem e transformação isso em realidade.
Definitivamente essa tendência vem para mudar a forma de enxergar as vendas e o sucesso de seu produto. Você não precisa exatamente ter um Negócio físico, onde tem gastos, funcionários e etc. O sucesso pode estar apenas há um clique! Parece clichê, mas essa visão traz um revolucionário diferencial no seu negócio!
Já pensou em investir nisso? automatizacao-de-mkt