notícias falsas

Notícias falsas nas redes sociais, como evitar?

Notícias falsas nas redes sociais, como evitar?

As notícias falsas nas redes sociais estão circulando nos últimos dois dias, preferencialmente no Facebook, com o seguinte texto: ” #NÃOAUTORIZO . É amanhã… A partir de amanhã, as suas publicações, fotos ou até mesmo mensagens que você excluiu, serão publicas para todo mundo. Basta colar isso no seu mural, se você não autoriza o faceboook a postar sua privacidade (copie e cole no seu mural não pode compartilhar). Eu não autorizo o facebook a tirar minha privacidade.
– Copie e Cole .. (Não Compartilhar)”

Notícias falsas nas redes sociais, como evitar?

Muitas pessoas estão colando em seus murais esse texto que não passa de uma brincadeira, ou então uma má informação que viralizou de uma forma muito negativa.

 

As notícias falsas nas redes sociais, acontecem frequentemente, onde informações incompletas ou até brincadeiras invertidas são lançadas das mídias digitais. Há algum tempo falamos em nossos artigos sobre como tomar cuidado com esse tipo de notícias. As pessoas por muitas vezes, não leem o conteúdo inteiro ou não prestam atenção no que está sendo comentado.

Em  relação à esse post do facebook, alertamos: É MENTIRA!
Esse é um exemplo de Notícias falsas nas redes sociais podem mudar o caminhar de um usuário!

Em primeiro lugar é importante ao menos ler os termos de privacidade do Facebook, poucas pessoas fazem isso, mas é sempre essencial para saber exatamente em que você está navegando

E em segundo lugar, qualquer ALTERAÇÃO que o Facebook irá fazer ele pedirá a permissão do usuário antes de dar início. É ilegal à exposição de dados, e além disso, NENHUMA rede social irá mandar que seus usuários publiquem em seus murais. O processo seria muito mais rápido, através de pesquisas e outras alternativas como Pop-up e etc.

Notícias falsas nas redes sociais, como evitar então?

Sempre que você usuário se deparar com esse tipo de posts e até notícia, verifique de onde vem o seu conteúdo, quem escreveu e se o site é de confiança, como sites de notícias, empresas e agências de Marketing, entre outros.

As redes sociais elas podem confundir de uma forma simples a cabeça do usuário, por isso, seja esperto e evite que te façam de piada!

Google e Facebook cortam sites de notícias falsas

 Google e Facebook adotaram medidas para cortar a receita de publicidade de sites com informações falsas, após uma onda de críticas sobre o possível papel que notícias equivocadas tiveram na eleição de Donald Trump para presidente dos Estados Unidos.
“Vamos começar a proibir a publicidade do Google em conteúdos enganosos, da mesma maneira como já proibimos a publicidade mentirosa”, afirma o Google em um. “No futuro, vamos restringir a veiculação de anúncios em páginas que deturpam, distorcem ou escondem informações sobre seus editores, conteúdos ou o objetivo básico do proprietário do site.”
A iniciativa das duas empresas, que controlam grande parte do fluxo de publicidade na internet, pretende abalar economicamente uma indústria que se alimenta com frequência de informações sensacionalistas e muitas vezes falsas.

Em uma entrevista à BBC, o presidente do Google, Sundar Pichai, reconheceu que “vários incidentes” já haviam sido registrados com sites denunciados por difundir informações falsas e que a empresa não havia tomado as decisões corretas.

“Então este é um momento de aprendizado para nós e vamos, definitivamente, trabalhar para consertar”, disse.

O Facebook implementará a mesma política. “Nós não integramos nem exibimos publicidade em aplicativos ou sites de conteúdo ilegal, enganoso ou mentiroso”, afirmou a empresa em um comunicado.