Instagram permanece dominante em termos de engajamento

Investimentos em anúncios em redes sociais aumentam em 18% no segundo trimestre.

Estudo divulgado pela Emplifi (antes conhecida como Socialbakers), plataforma líder em Social Marketing, Commerce e Care, mostrou um aumento de 19% nos gastos médios mensais com anúncios nas redes sociais, em comparação com o segundo trimestre de 2021. Segundo o relatório, o engajamento se mantém constante no Facebook e Instagram.

Depois de uma queda notável no primeiro trimestre de 2022, o gasto médio global mensal com anúncios aumentou em 18% no segundo trimestre deste ano, voltando aos patamares acima de US$ 4.200, um valor próximo ao nível de gastos mais elevados registrados no quarto trimestre de 2021. Em comparação ao mesmo período no ano passado, o gasto médio mensal com anúncios aumentou em 19%, demonstrando que as marcas estão alocando cada vez mais orçamento para alcançar seus públicos-alvo por meio de postagens pagas nas redes.

No mundo, o Instagram continua a mostrar um engajamento muito mais forte do que o Facebook, com cerca de 32 interações por 1.000 impressões, registradas no segundo trimestre de 2022, o que está no mesmo nível do que foi visto no ano passado. Depois de constatar uma queda constante desde o segundo trimestre de 2021, a média de interações em postagens de marcas globais no Facebook tiveram um leve aumento em relação ao trimestre anterior, atingindo seu nível mais alto desde o terceiro trimestre de 2021. No entanto, os níveis do segundo trimestre de 2022 permanecem notavelmente inferiores ao segundo trimestre de 2021, com marcas gerando aproximadamente 5,2 interações por 1.000 impressões no Facebook, uma queda de 15% ano a ano.

Com base nos dados de contas do TikTok e Instagram de 330 marcas globais, analisadas de janeiro a junho de 2022, notou-se que as marcas postam com mais frequência no Instagram (68%) do que no TikTok (32%). Enquanto o alcance e as interações foram maiores no Instagram, o conteúdo de vídeo teve maior engajamento no TikTok. De qualquer forma, ambas as plataformas mostraram uma tendência ascendente ao longo de seis meses em termos de taxa de engajamento, atingindo o pico em junho de 2022, o que reafirma o interesse do usuário por um conteúdo de vídeo envolvente.

Segundo dados compilados pela Opinion Box no “Guia do Marketing nas Redes Sociais”, 64% dos consumidores brasileiros acreditam que empresas presentes nas redes sociais parecem mais interessantes. A pesquisa, que ouviu mais de 2 mil usuários de redes sociais no Brasil, mostra que as redes sociais seguem sendo ferramentas muito poderosas para quem quer atrair clientes, se relacionar com o público e, claro, vender mais. O levantamento constatou também que 62% das pessoas entrevistadas acreditam que empresas presentes nas redes sociais passam maior segurança na hora de comprar, e que 69% dos consumidores gostam quando as marcas se comportam como pessoas reais nas redes sociais.